PORTAL OESTE NEWS

PORTAL OESTE NEWS
A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, COM 12 BLOGS E 903 LINKS. CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR. A SUA ENCICLOPÉDIA DIGITAL NA WEB. ACESSE E CONFIRA!!!

sábado, 11 de junho de 2011

MARIA CAROLINA WANDERLEY CALDAS

MARIA CAROLINA WANDERLEY CALDAS, natural de Assu-RN, nascida a 30 de setembro de 1876, filha de do Dr. Luiz Carlos Lins Wanderley e Francisca Carolina Lins Caldas. Teve como pais adotivos, Francisco Justiniano Lins Caldas e Umbelina Augusta Wanderley Caldas. Revelou, logo cedo, talvez por uma herança atávica, acentuado pendor literário e grande vocação para o magistério, ensinando em sua própria residência sem auferir monetários. Em concurso realizado na Escola Normal de Natal, em 18 de agosto de 1911 foi aprovada com brilhantismo, sendo nomeada Professora do Grupo Eecolar Tenente Coronel José Correia, na sua terra natal, onde cerca de mais de quarenta anos, prestou à mocidade assuense inestimáveis benefícios de ordem moral e cultural, que ainda hoje são lembrados pelos seus numerosos discípulos. Com uma intuição segura na maneira de ensinar muito antes de serem seguidos nos nossos estabelecimentos oficiais, adotava os métodos modernos de hoje. Escrevendo peças teatrais, lições de moral e poesias adaptáveis à infância estudantil, tendo deixado inéditos, em prosa e em versos, palestras infantis e dramas escolares. Poetisa inspirada deixou, também, inéditos, os livros de versos: Trovas Infantis; Lira das Selvas e Musa Sertaneja. Muitos de seus trabalhos literários foram publicados nos jornais e revistas da época. Faleceu no dia 20 de setembro de 1954

ARCELINO COSTA LEITÃO


Era natural de São Sebastião do Umbuzeiro, auto sertão da Paraíba. Chegou na cidade de Assu como gerente da antiga Lojas Paulista, que depois passou a ser denominada Casas Pernambucanas (do grupo Ludgreen tecidos). Tempos depois foi secretário de João Câmara, dirigindo a firma algodoeira João Câmara & Irmãos, estabelecida a rua hoje denominada Senador João Câmara, onde atualmente está assentado alguns prédios comerciais do senhor Sebastião Diógenes, entre as ruas professor Alfredo Simonette e Sinhazinha Wanderley. Vaidoso ao extremo, cheio do dinheiro, foi convidado por Edgard Montenegro para ser o seu vice, nas eleições de 21 de março de 1948. Pois bem, Dr. Pedro Amorim que já teria sido intendente, prefeito do Assu, deputado e presidente da Assembléia Estadual Constituinte, já morando em Natal, mas ainda com muita influência nas decisões políticas do Assu, vetou o nome de Costa em solidariedade a um amigo que tinha perdido sua mulher que fugiu com ele para viverem um caso de amor, em Fortaleza. Costa tratou logo de se aproximar do deputado Olavo Montenegro e saiu candidato a prefeito pelo PSD, ganhando a eleição de 5 de janeiro de 1958 , juntamente com o deu companheiro de chapa o senhor PEDRO BORGES DE ANDRADE para Edgard e Sandoval Martins, da UDN, tirando o sonho de Edgard de voltar pela segunda vez a governar a sua terra natal.
Costa na década de trinta foi presidente do Fortaleza Futebol Clube. A sua fotografia está estampada na galeria dos ex-presidentes daquele clube cearense. Ainda no Assu, Costa foi comerciante no ramo de confecções, estabelecido na Rua São João, centro daquela terra assuense.
assuense.
Nas eleições de 1968, foi candidato novamente a prefeito pela ARENA, contra João Batista Lacerda Montenegro que ganhou a eleição por apenas 26 votos de maioria que tirou também o sonho de Costa de governar o Assu, pela segunda vez. A fotografia acima é a mesma que ele usou na sua propaganda eleitoral, usando apenas a seguinte escrição: "É o Nêgo", como era chamado carinhosamente pelos seus correligionários.
Mais sobre aquela figura que modernizou e inovou o Assu, você pode encontrar neste blog (postagens antigas) para melhor conhecimento do que representou Costa Leitão para a Terra dos Poetas e dos Verdes carnaubais, que ele tanto amou. Morreu no Assu no começo da década de setenta (naquela época dirigia o escritório local da COSERN), onde está sepultado. Morreu pobre, amargando um ostracismo numa demonstração clara que a História sempre se repete!

Em tempo: Penso eu, que foi Costa Leitão quem inventou showmício em campanhas políticas, pois já naquela época (1958) teria trazido Luiz Gonzaga (O Rei do Baião) com quem tinha o prazer de gosar da sua amizade, para se apresentar na praça pública do Assu, em certa concentração pública de sua campanha.

FONTE - BLOG DO ROMILDO QUEIROZ E LINK ASSU

Padre Antonio Freire de Carvalho


Natural do Assu-RN, nascido a 12 de junho de 1821. Nas escolas de sua terra natal, antes de curasar o Seminário de Olinda, recebeu as primeiras letras. Pelo Bispo Dom João da Purificação foi ungido ao Senhor, tendo apenas 23 anos de idade. Iniciou o seu magistério sacerdotal na terra do seu nascimento, como coadujor do padre Manuel Januário Bezerra Cvalcanete nos anos de 1844 a 1945, sendo depois, coadjitor do vigário Antonio Joaquim Rodrigues, em Mossoró, em 1850, posteriormente, regendo a freguesia de Santa Luzia, no período de 1853 a 1856. Em 24 de janeiro de 1853 instalou a vila de Mossoró, criada pela Lei PROVINCIAL Nº 246, DE 15 DE MARÇO DE 1852, o qual, também foi eleito presidente da primeira Câmara Municipal de Mossoró. Em 1856 foi transferido para a freguesia de Caruaru, em Pernambuco, exercendo o exercício de Capelão. Em 1857 foi designado como primeiro vigário de Caruaru. Para se ter uma idéia dos valiosos serviços prestados pelo Padre Antonio Freire, depois de cônego, a Caruaru, basta enumerar o seguinte: Na Praça Henrique Pinto tem o seu busto com os seguintes dizeres: NO ano Centenário de Caruaru e centenário da morte do insugne benfeitor da cidade, zeloso apóstolo da reigião e pai dos pobres, cônego Antonio Freire de Carvalho. O inesquecível vigarino. Homenagem de gradidão de Caraurua. 28 – 2 – 1958”. Tem uma plava com a inscrição seguinte: “Neste prédio faleceu o Cônego Antonio Freire de Carvalho (Vigário de Caruaru de 1856 a 1908. Homenagem do Governo Municipal no centenário do desaparecimento, 28 de fevereiro de 1928

sexta-feira, 10 de junho de 2011

PERSONALIDADES ASSUENSES


TERRA DA ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA SOCIEDADE UNIDA - ASSU (CAMALEÃO), FUNDADO NO DIA 10 DE JANEIRO DE 2002, CAMPEÃO ESTADUAL 2009

ASSU - TERRA DOS POETAS

O MUNICÍPIO DE ASSU FICA LOCALIZADO NA MICRORREGIÃO DO VALE DO ASSU NA MESORREGIÃO POTIGUAR - TERRA DOS POETAS E DA IRMÃ LINDALVA

GENTE ANTIGAS E ATUAIS DO ASSU-RN

ASSU - TERRA DOS POETAS, NESTE LINK VAMOS REGISTRAR OS NOMES DE PESSOAS QUE CONTRIBUIRAM E CONTRIBUEM PARA A FORMAÇÃO HISTÓRICA, CULTURAL, LITERÁRIA E DESENVOLVIMENTO DO MUNICÍPIO DO ASSU, ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - TERRA DO MEU SAUDOSO PAI MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS (1920 - 1996). PESSOA QUE NÃO TENDO NASCIDOS NA TERRA DE SÃO JOÃO, PORÉM,TORNARAM-SE, POR ADOÇÃO, ASSUENSE NÃO DE NASCIMENTO, E SIM, DE CORAÇÃO. NÃO SOU DO ASSU, MAS TENHO A MAIOR ADMIRAÇÃO POR ESSA QUERIDA E AMADA TERRA, TENDO EM VISTA QUE MEU PAI SER ASSUENSE. A PROVA DISSO SÃO OS SEIS LINKS: ASSU, CÂMARA MUNCIPAL DO ASSU, 10º BPM, COMARCA DO ASSU E 1º NORE/2º DPRE. CONFIRA NO PORTAL OESTE NEWS - A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA POTIGUAR, COM 12 BLOGS E 903 LINKS.